Cadastre-se para receber atualizações do plástico bolha via e-mail:

 

 

 


[Veja e toque, e se contente.]

Paulo Henriques Britto


Veja e toque, e se contente.
Nada mais lhe é permitido.
Pois tudo que você tem
só é seu no escasso sentido
em que é sua a sombra escassa
que esse seu corpo segrega,
que some assim que se apaga
a exata luz que ela nega.

 



Esse texto foi publicado no plástico bolha nº39: download PDF

 

 

 






 

 


 

Copyright - Jornal Plástico Bolha - E-mail: redacao@jornalplasticobolha.com.br