Cadastre-se para receber atualizações do plástico bolha via e-mail:

 

 

 


Cartões-Postais

Por Carlos AA. de Sá


Corcovado
Se o Cristo pudesse
desceria à cidade?

Pão de Açúcar
Turistas se refrescam
na gaiola balançada pelo vento.
A seus pés
a cidade sua se esfalfa
e nem ousa olhar para cima.

Maracanã
A bola explode corações
amortece mentes
dessensibiliza
e permite continuar vivendo
o estupro cotidiano.

Aterro do Flamengo
Entre muralhas de água
                       e de concreto
árvores sufocadas
estendem para o céu
os braços verdes.

Praça Quinze
Pedras pisadas por imperadores
fedem a mijo e peixe estragado.
Constrangida, a antiga catedral
se acinzentou.

Candelária
Virou as costas à cidade
não por orgulho
mas envergonhada
da brutalidade
e da insensatez urbana.

Rio Antigo
Não fossem recatados
os velhos prédios
humilhariam os mais novos
com o risco delicado
de suas fachadas.

Favela
Encarapitados
é a palavra certa
para descrever barracos
que se agarram aos morros
com unhas e dentes?

Igreja da Penha
Esfolando joelhos pela escadaria
os fiéis se punem
por haver tentado subornar a santa
com rezas e velas.

Carnaval
Tanto riso, ó, quanta alegria,
tanta cor e tanta fantasia
desfilam inconsequentes
em meio a tanta miséria.




Esse texto foi publicado no plástico bolha nº25: download PDF

 

 






 

 


 

Copyright - Jornal Plástico Bolha - 2008 - E-mail: redacao@jornalplasticobolha.com.br