Cadastre-se para receber atualizações do plástico bolha via e-mail:

 

 


Mauro Rebello


OS AZUIS




Não há como não reparar nos Azuis quando eles passam; os jeans, os óculos escuros e os cabelos algo despenteados, nos remetem às bandas de rock dos anos 60 e 70, revelando o movimento circular estético do rock com o passar dos anos. “A nossa imagem tem a ver com as nossas influências e com o som que a gente faz”, explica o guitarrista Tomé Lavigne. “Se você gosta de rock e de se divertir, tem que vir ao nosso show”.

Os rapazes, que foram influenciados pelos Beatles e os Rolling Stones, acreditam que sempre haverá público para o rock feito com qualidade; os quatro se declaram amantes do rock clássico e dizem fazer um som universal, sem se desprender de suas raízes.

Formada em 2006, a banda já tocou em algumas das casas de rock mais freqüentadas do Rio de Janeiro e de São Paulo, como o Empório, em Ipanema, a Tribe House, em Pinheiros, participando também de festivais de bandas independentes nas duas cidades.

“Nosso show é para dançar”, resume o vocalista e guitarrista Greco Blue. No repertório da banda, composto de canções próprias e covers, destacam-se a animadíssima versão da clássica “Twist and shout”, dos Beatles, e “Não adianta negar”, primeiro single do grupo carioca — o videoclipe de “Não adianta negar”, disponível há pouco mais de um mês no youtube, já teve mais de cinco mil acessos e, desde 24 de julho, faz parte da programação da MTV Brasil.

Os Azuis ensaiam todos os dias desde a sua formação; acreditam que o sucesso está no trabalho diário e na perseverança. “Sabemos que ainda não somos famosos e que temos de correr atrás”, enfatiza o baterista Lucas Mamed; “trabalhamos pra chegar ao topo”, garante Greco.

O lançamento do disco dos Azuis, que terá o mesmo nome da banda, está previsto para agosto e acontecerá de forma independente. Eles pretendem fazer uma ampla divulgação na internet, disponibilizando o download gratuito das canções no myspace. Eu, que me diverti muito no bate-papo, espero ansioso pelo disco e as próximas apresentações dos rapazes, que podem ser conferidas no myspace da banda:

www.myspace.com/osazuis

 

 

 

 

 

Esse texto foi publicado no plástico bolha nº23: download PDF

 

 






 

 


 

Copyright - Jornal Plástico Bolha - 2008 - E-mail: redacao@jornalplasticobolha.com.br