Cadastre-se para receber atualizações do plástico bolha via e-mail:

 

 

 


A quem interessar possa

A quem possa interessar
Esta minha busca eterna por ser feliz,
A esse alguém dedico os versos
Deste poema,
Que ainda não fiz.


A quem possa interessar
O corrigir dos meus erros,
O meu castigo,
Não é que eu não queira,
Não é que eu não tente,
É que simplesmente não consigo...


A quem possa interessar,
Os meus planos de menina...
— sonha, menininha,
Alta demais pra ser princesa,
Baixa demais pra ser rainha.

 

 

 

 

 

Esse texto foi publicado no plástico bolha nº18: download PDF

 

 






 

 


 

Copyright - Jornal Plástico Bolha - 2008 - E-mail: redacao@jornalplasticobolha.com.br